Tel.: +55 11 5181.0222

Emplacamento registra queda de 26% na 1ª quinzena de Abril, ante MArço

Foram emplacadas 61.440 motocicletas na primeira metade deste mês, ante 82.839 unidades na quinzena inicial de março passado

Seguindo o mesmo ritmo lento registrado nos últimos meses, os números que traduzem a real quantidade de novas motocicletas em circulação apresentaram queda de 25,8% na primeira quinzena de abril, em relação a período similar de março. Segundo dados divulgados pela Abraciclo - Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, foram emplacadas 61.440 motocicletas na primeira metade deste mês, ante 82.839 unidades na quinzena inicial de março passado. Se considerarmos apenas as vendas por dia útil, a queda no período foi de 9,6% – 6.827 unidades diárias na primeira metade deste mês, ante 7.531 unidades diárias em período similar de março passado.


A baixa é ainda mais significativa em comparação com período similar do ano passado. Nos primeiros 15 dias de abril de 2011 foram comercializadas ao consumidor final 84.585 motocicletas e, diante desse volume, os emplacamentos da primeira metade do presente mês tiveram queda de 27,4%.

“Os dados refletem os efeitos das medidas de restrição ao crédito no setor de Duas Rodas. Vale mencionar, no entanto, que não houve uma queda na intenção de compra, mas sim maior dificuldade do consumidor na aprovação de financiamentos”, diz José Eduardo Gonçalves, diretor executivo da Abraciclo.

Sobre a ABRACICLO e o Setor de Duas Rodas
Com 35 anos de história e 11 associadas, a ABRACICLO - Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares - representa, no país, os interesses dos fabricantes de transporte em Duas Rodas, além de investir fortemente em ações que tenham por objetivo a busca pela paz no trânsito e pilotagem defensiva.

Representativa, a fabricação nacional de motocicletas - majoritariamente concentrada no Polo Industrial de Manaus (PIM) - está entre as cinco maiores do mundo. Já no segmento de bicicletas, o setor coloca o Brasil na terceira posição entre os principais produtores mundiais. No total, o Setor de Duas Rodas gera em suas indústrias mais de 20 mil empregos diretos.

MOTOCICLETA

BICICLETA

Frota Nacional: mais de 18 milhões

Frota Nacional: mais de 65 milhões

Produção anual: mais de 2 milhões de unidades

Produção anual: mais de 5 milhões de unidades

5º maior produtor mundial

3º maior produtor mundial

JoomShaper