Tel.: +55 11 5181.0222

PRODUÇÃO DE MOTOCICLETAS ULTRAPASSA 190 MIL UNIDADES NO PRIMEIRO BIMESTRE

Volume é 5,1% superior ao fabricado no mesmo período do ano passado

A produção de motocicletas nas fábricas instaladas no Polo Industrial de Manaus - PIM somou 194.734 mil unidades nos dois primeiros meses de 2020, volume 5,1% superior ao registrado no mesmo período do ano passado (185.225 unidades). De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – Abraciclo, em fevereiro saíram das linhas de montagem 94.442 motocicletas, volume 6,8% inferior ao mesmo mês de 2019 (101.305 unidades) e 5,8% menor que janeiro de 2020 (100.292 unidades).

Esse ligeiro recuo se deve ao menor número de dias úteis em fevereiro de 2020, devido ao feriado prolongado de carnaval. Foram 18 dias úteis em fevereiro, dois a menos que o mesmo mês de 2019 e quatro dias a menos na comparação com janeiro do presente ano.

A Abraciclo mantém a projeção de crescimento para este ano de 6,1%, com a fabricação de 1.175.000 motocicletas. “O mercado continua aquecido e estimulado pela oferta de crédito tanto das instituições financeiras tradicionais e de montadoras, como dos chamados bancos digitais. As taxas de juros estão atrativas e o consumidor, como se observa principalmente nas médias e grandes cidades brasileiras, cada vez mais procura opções de mobilidade que garantam maior flexibilidade, agilidade e economia em seus deslocamentos, o que é proporcionado pela motocicleta”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

 

VENDAS NO ATACADO

No primeiro bimestre as fábricas repassaram para as concessionárias 184.508 unidades, correspondendo a um aumento de 4,2% em relação ao mesmo período do ano passado (177.119 unidades). Em fevereiro, as vendas no atacado somaram 93.763 motocicletas, o que representa uma queda de 1,8% ante as 95.438 unidades registradas no mesmo mês de 2019. Na comparação com janeiro do presente ano (90.745 unidades), houve alta de 3,3%.

DESEMPENHO POR CATEGORIA

A Street e a Scooter são os principais destaques no ranking de vendas do atacado no primeiro bimestre de 2020. A Street, a mais vendida, se destaca por sua participação (52,1%) e a Scooter pelo crescimento de 52,6% nas vendas.

No ranking mensal das categorias mais comercializadas, a Street segue na liderança, com 48.096 unidades, queda de 4,6% na comparação com fevereiro do ano passado (50.422 unidades) e pequena alta de 0,1% em relação a janeiro do presente ano (48.049 unidades).

Em segundo lugar, ficou a Trail com 16.532 motocicletas comercializadas, volume 14,2% inferior ao registrado no mesmo mês de 2019 (19.272 unidades) e 2,2% maior na comparação com janeiro do presente ano (16.175 unidades). Na sequência, veio a Motoneta com 14.399 unidades, significando uma alta de 6,5% em relação a fevereiro do ano passado (13.517 unidades) e de 4,8% na comparação com o mês anterior (13.746 unidades).

A Scooter ficou em quarto lugar, com 8.170 unidades, representando um aumento de 34,1% ante as 6.091 unidades registradas em fevereiro de 2019 e de 5,9% em relação a janeiro do presente ano (7.716 unidades). Veja, a seguir, o comparativo de vendas mensais no atacado, por categoria:

COMPARATIVO DE VENDAS DE MOTOCICLETAS NO ATACADO - MENSAL POR CATEGORIA

 

fev/19

jan/20

fev/20

(fev/20) /

(fev/19)

(fev/20) / (jan/20)

STREET

50.422

48.049

48.096

-4,6%

0,1%

TRAIL

19.272

16.175

16.532

-14,2%

2,2%

MOTONETA

13.517

13.746

14.399

6,5%

4,8%

SCOOTER

6.091

7.716

8.170

34,1%

5,9%

NAKED

2.413

1.890

2.333

-3,3%

23,4%

BIGTRAIL

1.475

1.512

1.880

27,5%

24,3%

OFF-ROAD

1.296

977

1.296

0,0%

32,7%

CUSTOM

548

372

558

1,8%

50,0%

SPORT

404

308

499

23,5%

62,0%

Fonte: Associadas da Abraciclo

EMPLACAMENTOS

De acordo com levantamento do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), no primeiro bimestre foram licenciadas 171.476 motocicletas, volume 1,9% menor ante as 174.854 unidades registradas no mesmo período de 2019.

Em fevereiro os emplacamentos somaram 79.812 motocicletas, número 5,2% menor em relação ao mesmo mês do ano passado (84.150 unidades) e 12,9% inferior na comparação com janeiro do presente ano (91.664 unidades). 

A média diária de vendas nos 18 dias úteis de fevereiro foi de 4.434 unidades, o que representa uma alta de 5,4% na comparação com o mesmo mês do ano passado (4.208 unidades e 20 dias úteis). Em relação a janeiro do presente ano (4.167 unidades), que registrou 22 dias úteis, o aumento da média diária de vendas foi de 6,4%.

De acordo com os dados divulgados pela Abraciclo, este foi o melhor mês de fevereiro – em termos de média diária de vendas no varejo – desde 2015, quando foram emplacadas 5.211 unidades, em 18 dias úteis.

EXPORTAÇÕES

As exportações nos dois primeiros meses de 2020 atingiram 4.095 unidades, o que corresponde a uma redução de 47,9% na comparação com as 7.857 unidades embarcadas no mesmo período do ano passado.

Em fevereiro, foram exportadas 2.394 motocicletas, volume 27,2% inferior às 3.287 unidades registradas no mesmo mês de 2019 e aumento de 40,7% na comparação com janeiro do presente ano (1.701 unidades).

Segundo dados do portal de estatísticas de comércio exterior Comex Stat, que registra os volumes de embarques totais de cada mês, analisados pela Abraciclo, no primeiro bimestre a Argentina foi o principal destino das motocicletas produzidas no Brasil. Foram embarcadas 2.106 unidades para o país vizinho, o que representa 46,7% do total exportado. Na sequência, ficaram os Estados Unidos (1.089 unidades e 24,1% de participação) e a Colômbia (436 unidades e 9,7% de participação).

No ranking exclusivamente de fevereiro, os Estados Unidos ficaram em primeiro lugar, com 514 unidades e 34,3% de participação. Depois, vieram a Colômbia (336 unidades e 22,4%) e a Argentina (216 unidades e 14,4%).

Glossário de Motocicletas:

Tabela de Categorias - Motocicletas Prancheta 1

 

Sobre a ABRACICLO e o Setor de Duas Rodas

Com 43 anos de história e contando com 14 associadas, a ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – representa, no País, os interesses dos fabricantes de veículos de duas rodas, além de investir em ações visando a paz no trânsito e a prática da pilotagem segura. A fabricação nacional de motocicletas, quase totalmente concentrada no Polo Industrial de Manaus (PIM), está entre as oito maiores do mundo. No segmento de bicicletas, com as principais fábricas também instaladas no PIM, o Brasil se encontra na quarta posição entre os principais produtores mundiais. No total, as fabricantes do Setor de Duas Rodas geram mais de 13 mil empregos diretos em Manaus/AM.

MOTOCICLETAS*

BICICLETAS*

Frota nacional: acima de 28 milhões
de unidades

Frota nacional: mais de 70 milhões
de unidades

Produção anual: acima de 1,1 milhão de unidades

Produção anual: 2,5 milhões
de unidades**

8º maior produtor mundial

4º maior produtor mundial

(*) Dados do fechamento de 2019.
(**) Produção em todo o território nacional, excluídas as bicicletas infantis.

Para mais informações acesse o site

www.abraciclo.com.br

SD&PRESS Consultoria

(11) 3876-4070; www.sdpress.com.br; @sdpress; facebook.com/sdpress

Michelle Raeder

 O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Analuiza Tamura          

 O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Priscila Fabi      

 O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Março, 2020

 

JoomShaper