Tel.: +55 11 5181.0222

Produção de motocicletas teve queda de 29% em 2016

Queda no setor de motocicletas ocorreu tanto no consumo doméstico quanto na exportação
A produção de motocicletas no Brasil sofreu uma forte queda em 2016. Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas e Motonetas (Abraciclo), no ano passado, o setor produziu 887.653 motocicletas, número 29,7% menor em comparação com 2015, o mais fraco desde 2002.

Consequentemente, as vendas para concessionárias também apresentaram resultados desfavoráveis. Ante 2015, quando 1.189.933 motocicletas foram comercializadas, as 858.120 Motos vendidas representam uma variação negativa de 27,9%.
A produção mais tímida se refletiu no número de emplacamentos feito pelo Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). No acumulado anual, 899.793 Motos foram emplacadas, diminuição de 26,5% perante 2015. As exportações completam o conjunto de resultados negativos do setor. Ao longo dos 12 meses de 2016, 59.022 motocicletas foram exportadas, 14,6% a menos do que em 2015.
A entidade indica que o ano de 2017 deverá apresentar uma estabilidade em relação a 2016, com o Salão Duas Rodas, que ocorre em novembro, estimulando as vendas no segundo semestre. "O segmento de motocicletas sofreu com as incertezas da política durante todo o ano de 2016. Diante de um mercado mais cauteloso, para 2017, o setor projeta atingir resultados semelhantes ao do ano anterior, mantendo-se estável", afirmou Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

 

FONTE: Estadão.com.br - SP

DATA: 18/01/2017

JoomShaper