Tel.: +55 11 5181.0222

Produção de Motos deve superar meta da Abraciclo

Com desempenho positivo em outubro, a indústria de Motocicletas acumula alta de 19,9% na produção até outubro, indicando que o resultado do ano vai superar a meta da Abraciclo, que era de expansão de 11%. Saíram das linhas de montagem dos fabricantes instalados no PIM, Polo industrial de Manaus, total de 876.301 unidades nos primeiros dez meses de 2018, ante as 730,762 do mesmo período de 2017.

Em outubro a produção atingiu 99.210 Motos, volume 26,1% superior ao realizado no mesmo mês do ano passado (78.670) e 23% acima do registrado em setembro (80.690 unidades).

Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, diz que os fabricantes estão mais otimistas e acreditam que a meta projetada para o ano, que era de 980 mil Motos fabricadas em doze meses, será superada.

“O desempenho também nos deixa mais otimistas quanto ao comportamento do consumidor no próximo ano, que poderá manter a demanda em alta”, comenta Fermanian. Na sua avaliação, os mesmos fatores macroeconômicos que impulsionaram as vendas em setembro continuaram a repercutir em outubro. Dentre eles, cita a redução do índice de inadimplência, maior oferta de crédito pelas instituições financeiras, expansão de negócios de consórcio e crescimento da confiança do consumidor.

As vendas do atacado, segundo a Abraciclo, acompanharam o crescimento da produção em outubro, atingindo 91.621 unidades, o que representou evolução de 31,6% sobre o mesmo mês do ano passado (69.620) e de 19,5% no comparativo com setembro (76.669 unidades).

Entre as categorias com mais Motocicletas comercializadas em outubro os destaques foram a Street, que aparece no topo do ranking com 49,4% de participação (45.219 unidades), a Trail, com 19,5% (17.896), e a Motoneta, com 19,1% (17.466). Na sequência, vieram Scooter, com 6,2% (5.685), e Naked, com 2,4% (2.222 unidades).

 

FONTE: Auto Indústria - BR

DATA: 12/11/2018

JoomShaper