Tel.: +55 11 5181.0222

Valor diz que Zona Franca de Manaus é lucrativa ao país

Em um raro posicionamento da mídia do Sul e Sudeste do país, o jornal Valor Econômico publicou nesta quarta-feira, dia 27, que a Zona Franca de Manaus (ZFM) apresenta saldo positivo ao país na relação incentivo fiscal-crescimento.
“Para cada um real gasto com incentivos para a Zona Franca, a renda da região metropolitana de Manaus cresce mais do que um real. No Brasil, na média geral, gastos governamentais têm multiplicador inferior à unidade”, diz a matéria.

Além disso, a notícia do impresso, especializado em economia, começa dizendo que, nos últimos dez anos, o custo fiscal com o modelo despencou à metade, na contramão de outros programas que receberam renúncias da União.
“A renúncia do governo federal com o benefício recuou de 17,1% em 2009 para 8,5% em 2018, considerando a fatia do total de gastos tributários do país.  Houve no período forte expansão de outros incentivos que beneficiaram mais outras regiões do país, como o Simples, regime destinado a micro e pequenas empresas, e de renúncias relativas ao Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF)”.

Estudo do Cieam

A referência da matéria é um estudo da Fundação Getúlio Vargas,  patrocinado pelo Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam), Eletros, Abraciclo, Sinaees, Fieam, Whirpool, DD&L, Bemol e Fogás, e que foi apresentado na sexta-feira passada, em Manaus.
“Além de ter promovido o crescimento da renda per capita, o incentivo proporcionou também expansão da escolaridade. De acordo com o estudo, a escolaridade média dentre os trabalhadores da indústria de Manaus é cerca de três anos superior à do contrafactual, com base em dados de 2015”, diz um trecho da matéria.

 

FONTE: BNC - Br 

DATA: 27/03/2019

JoomShaper