Tel.: +55 11 5181.0222

Polo industrial de Manaus tem alta de 19% na produção de bicicletas

As fabricantes de bicicletas instaladas no Polo industrial de Manaus (PIM) produziram 116.525 unidades em agosto, o melhor resultado desse mês nesta década. De acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), o resultado representa uma alta de 19,2% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando foram produzidas 97.773 unidades e de 36,9% na comparação com julho do presente ano (85.131 unidades).

No acumulado dos oito meses, a produção somou 592.844 unidades, correspondendo a uma alta de 19,3% na comparação com mesmo período de 2018, que teve produção de 496.859 unidades.
Na análise de Cyro Gazola, vice-presidente do Segmento de Bicicletas da Abraciclo, o aumento do uso das bicicletas, tanto como meio de mobilidade nos centros urbanos como para práticas esportivas, mantém o setor aquecido.
“Para atender a esse consumidor, as fabricantes nacionais oferecem modelos com maior valor agregado a preços mais acessíveis”, comenta. O executivo ainda destaca que a produção tende a crescer nos próximos meses com a chegada de datas comemorativas como o Dia das Crianças, Black Friday e Natal, que costumam estimular as vendas desse produto.
Importação e Exportação
Dados do portal de estatísticas de comércio exterior Comex Stat analisados pela Abraciclo apontam que a importação em todo o território nacional somou 6.889 unidades em agosto. As bicicletas vieram principalmente da China (3.946 unidades e 57,3% de participação). Os outros dois países que mais venderam bicicletas para o Brasil foram Taiwan (2.106 unidades e 30,6%) e Camboja (595 unidades e 8,6%).
Nos oito primeiros meses do ano foram importadas 37.793 bicicletas, representando uma queda de 50,3% comparada com o mesmo período de 2018 (75.995). A China também é a líder neste ranking (27.161 unidades e 71,9%), seguida por Taiwan (6.442 unidades e 17%) e Portugal (2.014 unidades e 5,3%).
Ainda de acordo com informações do portal Comex Stat analisadas pela Abraciclo, em agosto foram exportadas 95 bicicletas. A maioria delas, 65,3%, foi embarcada para o Paraguai (62 unidades).
De janeiro a agosto, as exportações totalizaram 10.178 unidades, correspondendo a um aumento de 37,4% na comparação com o mesmo período do ano passado (7.406 unidades). O principal mercado foi a Argentina (3.778 unidades e 37,1%), seguida pelo Chile (2.679 unidades e 26,3%) e pelo Paraguai (1.939 unidades e 19,1%).
(*) Com informações da assessoria

 

FONTE: Amazonas 1 - AM
DATA: 11/09/2019

JoomShaper