Tel.: +55 11 5181.0222

Clipping

PIM dá sinais de recuperação

É possível afirmar que a economia começa um processo, ainda lento, de recuperação, a partir da leitura dos números do Polo industrial de Manaus, referentes a 2016. No geral, a retração foi de 6,14% em relação a 2015, mas se observado apenas o número de dezembro, o valor apurado de R$ 6,4 bilhões (US$ 2.03 bilhões) representou um crescimento de 10,6% em real (32% em dólar) em relação a dezembro de 2015, quando o faturamento mensal atingiu R$ 5,8 bilhões (US$ 1.54 bilhão).

Animados, fabricantes de Bicicletas querem crescer 19%

– Mas movimento de janeiro ainda é fraco: aumento sobre dezembro, mas queda sobre janeiro de 2016

Em janeiro, a produção de Bicicletas no Brasil somou 34.849 unidades, 128,6% acima do registrado em dezembro, mas queda de 13,8% sobre janeiro do ano passado.

Os dados foram divulgados pela Abraciclo, associação dos fabricantes, com base na produção no Polo industrial de Manaus.

Produção de Motos sobe 7,5% em janeiro, segundo Abraciclo

Mas a média diária de vendas teve o menor patamar de janeiro desde 2003.

A exemplo de carros e caminhões , a produção de Motos no Brasil cresceu em janeiro. Foram produzidas 81.646 motocicletas, 7,5% a mais do que 1 ano antes, apontam dados da associação das montadoras, a Abraciclo, divulgados nesta quarta-feira (8).

Indústrias de bicicletas miram nicho de maior valor agregado

São Paulo - Mesmo com a crise, o segmento de bicicletas de alto valor agregado tem crescido acima do mercado. Para 2017, fabricantes apostam em modelos de nicho, com foco em consumidores que querem desempenho e design e estão dispostos a pagar mais por isso.

Em 2016, produção de Bicicletas no Polo industrial de Manaus recua 11,5%

Retração ocorreu em função da crise econômica

Em 2016, o mercado de Bicicletas sofreu uma retração de 11,5% para as fabricantes do Polo industrial de Manaus (PIM), devido às dificuldades do contexto econômico nacional. Em dezembro do ano passado, 15.245 foram produzidas, volume 77,9% abaixo do registrado no mês anterior (68,8 mil unidades). Os dados são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Polo de duas rodas prevê alta de 2,5% na produção

No ano passado, a indústria fechou com um resultado negativo, ao fabricar 887.653 unidades - 29,7% a menos do que em 2015. Porém, em 2017, a previsão é de que haverá aumento no número de motocicletas produzidas, que deverá subir para 910 mil Motos, neste ano, segundo a Abraciclo.

Leia a notícia completa

FONTE: Amazonas Em Tempo - Manaus - AM

DATA: 19/01/2017

 

Produção de motocicletas teve queda de 29% em 2016

Queda no setor de motocicletas ocorreu tanto no consumo doméstico quanto na exportação
A produção de motocicletas no Brasil sofreu uma forte queda em 2016. Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas e Motonetas (Abraciclo), no ano passado, o setor produziu 887.653 motocicletas, número 29,7% menor em comparação com 2015, o mais fraco desde 2002.

Setor promete arrancar em 2017

A crise não deu trégua ao menos para o segmento de Motos. Cada mês do ano era pior que seu respectivo em 2015. Janeiro começou, por exemplo, com uma queda de 11,42%. Com 96.243 unidades emplacadas, sendo 4.099 só no ceará, contra 108.653 do ano anterior, o mercado culpou o aumento das taxas do departamento de trânsito. Mas, mal sabiam que mais estava por vir.

Moto usada domina mercado em 2016; Motos novas ficam abaixo do milhão

2016 não deixará saudades para o setor de motocicletas: a queda nas vendas foi brutal -- 28,5% -- em relação ao já nada bom 2015. Pela primeira vez em mais de uma década, as vendas no atacado (dos fabricantes para os revendedores) ficaram abaixo de 1 milhão de unidades, marca sempre emblemática.

Abraciclo: produção cresce 2,2% em 2017.

Apesar das dificuldades enfrentadas pela indústria de motocicletas durante 2016, para o ano que vem o setor de duas rodas estima registrar crescimentos de 2,2% na produção, para 910 mil unidades, e nas exportações de 66,1%, para 93 mil unidades. A projeção é da Abraciclo, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomores, Motonetas, Bicicletas e Similares, anunciada na terça-feira, 13, durante divulgação dos resultados do segmento.


Leia a notícia completa clicando aqui

DATA: 13/12/2016

FONTE: Autodata - SP

JoomShaper