Tel.: +55 11 5181.0222 / Fax: +55 11 5181.5289

PRODUÇÃO DE MOTOCICLETAS REGISTRA ALTA EM MAIO E VENDAS DIÁRIAS SEGUEM ESTÁVEIS

Na comparação com abril o aumento foi de 20,7%.
Média diária no varejo ficou em 3.615 unidades, correspondendo a uma alta de 0,2% ante o mês anterior

Dados da ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, mostram que em maio foram produzidas 77.730 motocicletas, o que representa alta de 20,7% em relação a abril (64.380 unidades). Contudo, na comparação mensal, a retração foi de 15,8% ante as 92.308 unidades produzidas em maio do ano passado. Já no acumulado de janeiro a maio foram produzidas 373.491 motocicletas, o que representa recuo de 2,5% na comparação com o mesmo período de 2016, quando foram fabricadas 382.970 unidades.

As vendas em maio no atacado – para as redes de concessionárias – também reagiram em relação a abril. No período foram vendidas 67.859 motocicletas, alta de 10,6% sobre o mês anterior (61.342 unidades). Na comparação mensal houve recuo de 22,2%: 67.859 em maio deste ano contra 87.252 unidades no mesmo mês de 2016. No acumulado foram vendidas 345.021 unidades, o que significa redução de 8%, em igual período de 2016 (374.821 unidades).

As exportações apresentaram redução de 37,2%, com 3.519 unidades em maio ante 5.606 unidades exportadas no mesmo mês do ano passado. Com relação a abril, quando foram enviadas 3.804 motocicletas a outros países, a queda foi de 7,5%. No acumulado de janeiro a maio foram exportadas 24.767 motocicletas, volume 5,5% maior que o registrado em igual período de 2016 (23.477 unidades).

Os principais destinos das motocicletas exportadas em maio foram Argentina, com 2.270 unidades; Colômbia, com 1.162 unidades; Estados Unidos, com 416 unidades; Austrália, com 216 unidades, e México, com 136 unidades. Em comparação com abril (2.480 unidades), os volumes exportados em maio para a Argentina tiveram redução de 8,5%; para a Colômbia (180 unidades) cresceram 545,6%; para os Estados Unidos (208 unidades) aumentaram 100%; para a Austrália (212 unidades) ficaram praticamente estabilizados, e para o México (64 unidades) subiram 112,5%.

No acumulado de janeiro a maio os principais destinos foram a Argentina, com 17.710 unidades, ante 16.286 unidades em igual período de 2016; Colômbia, com 2.258 unidades, ante 2.062 unidades; Estados Unidos, com 1.196 unidades, ante 885 unidades; Austrália, com 848 unidades, ante 1.076 unidades, e Canadá, com 780 unidades, ante 368 unidades. 


Emplacamentos e Projeções

Com base nos dados do Registro Nacional de Veículos Automotores – Renavam, houve alta de 3,8% nos emplacamentos de motocicletas, com 79.533 unidades em maio ante 76.644 unidades em igual mês de 2016*. Com relação a abril, que teve 64.961 unidades emplacadas, o crescimento atingiu 22,4%. A média de vendas por dia útil em maio foi de 3.615 motos, volume 0,2% maior na comparação com a média de abril (3.609 unidades). No acumulado de janeiro a maio as vendas no varejo totalizaram 355.464 unidades, correspondendo a uma queda de 10,3% ante o mesmo período de 2016* (396.238 unidades).

(*) Foram desconsiderados os ciclomotores usados, cujo licenciamento junto aos Detrans passou a ser obrigatório a partir da Lei nº 13.154, de 30/07/2015, e da Resolução Contran nº 555/15, de 17/09/2015.
_______________________________________________________________________________

“A média diária de vendas na faixa de 3.600 unidades está dentro das previsões anteriormente anunciadas e as fabricantes e suas concessionárias estão se empenhando para que este índice prossiga até outubro, cientes de que nos últimos meses do ano poderá ocorrer uma elevação nos negócios em função da chegada do verão, pagamento da parcela final do 13º salário e realização do Salão Duas Rodas, com lançamentos de produtos e muitos atrativos para os motociclistas”, avalia Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

Os resultados atuais fazem com que a entidade mantenha as projeções de produção, vendas no atacado, varejo e exportação para 2017, conforme quadro abaixo, divulgado no início do presente ano.

MOTOCICLETAS - PROJEÇÕES 2017

 

2016

2017

Qtde

Var %

Produção

887.653

910.000

+ 22.347

+ 2,5%

Atacado

858.120

825.000

- 33.120

- 3,8%

Varejo

899.793

890.000

- 9.793

- 1,1%

Exportação

59.022

93.000

+ 33.978

+ 57,6%

Fonte: Abraciclo / Associados 


Sobre a ABRACICLO e o Setor de Duas Rodas

Com 41 anos de história e contando com 14 associadas, a ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares –  representa, no país, os interesses dos fabricantes de veículos de duas rodas, além de investir em ações visando a paz no trânsito e a prática da pilotagem segura.

A fabricação nacional de motocicletas, quase totalmente concentrada no Polo Industrial de Manaus (PIM), está entre as seis maiores do mundo. No segmento de bicicletas, com as principais fábricas também instaladas no PIM, o Brasil se encontra na quarta posição entre os principais produtores mundiais. No total, as fabricantes do Setor de Duas Rodas geram aproximadamente 14 mil empregos diretos no PIM.

MOTOCICLETAS*

BICICLETAS*

Frota nacional: mais de 25 milhões

Frota nacional: mais de 70 milhões

Produção anual: cerca de 900 mil  unidades

Produção anual: 2,5 milhões
de unidades**

6º maior produtor mundial

4º maior produtor mundial

(*) Dados do fechamento de 2016.
(**) Excluídas as bicicletas infantis, classificadas como brinquedos.

Para conhecer mais sobre os trabalhos da ABRACICLO,
         acesse o site
www.abraciclo.com.br.

SD&PRESS Consultoria

(11) 3876-4070; www.sdpress.com.br; @sdpress; facebook.com\sdpress

Juliane Ribeiro

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

ALINE FELTRIN

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Mariana Larsson

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sergio Duarte

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

JUNHO, 2017

JoomShaper